Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

5 principais doenças de pele de verão. Como preveni-las e trata-las?

 

Verão é época de viajar, ir para o clube, se refrescar em piscinas, tomar banho de mar, brincar na areia da praia e, infelizmente, de entrar em contato com alguns micro-organismos causadores de doenças de pele.

Para que você possa prevenir as típicas doenças de verão ou identificá-las rapidamente para tratá-las da melhor forma possível, confira a seguir as principais características de cada doença:

 

  • Picadas de insetos: Os pernilongos adoram lugares úmidos e quentes e aproveitam o verão para atacar. As picadas geralmente causam vermelhidão da pele e coceira. O grande perigo é que o pernilongo pode transmite dengue, grave doença que causa febre, dor de cabeça e no corpo e, em casos graves, hemorragia. Portanto, é muito importante prevenir as picadas com o uso de repelentes corporais e veneno para passar no ambiente.
  • Micose de praia: Como a pele fica mais oleosa no verão e exposta ao calor e umidade, quem tem predisposição genética pode apresentar a micose de praia. Caracterizada por manchas brancas, descamação e coceira na pele na região do pescoço, tronco e braços, ela é causada pelo fungo Malassezia furfur. O tratamento geralmente é feito com pomadas e remédios antifúngicos.
  • Frieira: Pode ser transmitida por meio do contato com chão molhado de vestiários e piscinas ou contato direto com pessoas ou objetos de pessoas contaminadas. A frieira, também conhecida como pé de atleta, é causada por um fungo e o tratamento também é feito com antifúngicos.
  • Brotoeja: É uma erupção da pele que surge por causa do calor. Os poros que levam às glândulas sudoríparas são bloqueados impedindo o suor de sair. As brotoejas aparecem geralmente em bebês e crianças e se caracterizam por vermelhidão, coceira, queimação, bolhas e pontos de pus parecidos com espinhas. Para preveni-la é preciso evitar situações de calor extremo e transpiração intensa. Para tratar casos normais, deve-se apenas tomar medidas para refrescar a pele, aumentando o número de banhos, usando roupas leves e passando loção de calamina. Já em casos graves, em que há infecções e persistência dos sintomas, deve-se procurar um médico que poderá receitar antibióticos e corticoides.
  • Bicho Geográfico: É causado pela Larva Migrans presente nas fezes de animais domésticos. Quando entramos em contato com as fezes dos animais ou areia e gramado contaminados, a larva se instala na pele e anda cerca de 1 cm por dia, causando coceira e deixando cicatriz vermelha em forma de riscos que formam desenhos parecidos com mapas. Para prevenir o contágio, é recomendado andar sempre calçados e dar remédios antiparasitas para os animais de estimação. O tratamento é feito com pomadas e remédios orais que matarão a larva.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.