Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Causas da obesidade infantil

Obesidade Infantil

Mas, como alguém se torna obeso? Bem, a explicação mais simples é a de que se você adquire mais energia (se alimentando) do que gasta (fazendo atividade física), irá ganhar peso. Mas existem muitos fatores diferentes que podem contribuir negativamente para a fórmula. Para poucos pessoas, é verdadeiramente uma questão de genética. Seus genes podem afetar coisas como seu metabolismo, seus hormônios de armazenamento de gordura e o metabolismo da glicose no sangue. Em poucas palavras, seus genes determinam como o seu corpo armazena os alimentos assim como o modo de transformá-los em energia.

Todos nós somos geneticamente programados para ganhar peso quando a comida é farta. É instintivo. Nossos corpos são feitos para estocar energia nas moléculas de gordura por um bom tempo, para quando o alimento for escasso. Mas cada corpo é diferente. Seus genes vêm de seus pais, assim pais que estão acima do peso são mais propensos a ter filhos acima do peso do que outros pais. Mesmo estudos em crianças adotadas têm mostrado que suas chances de ficarem acima do peso têm mais relação com seus pais biológicos do que com os seus pais adotivos.

Contudo, mesmo que você tenha “bons” genes, ainda pode se tornar uma pessoa obesa. Causas genéticas para a obesidade não contam para o surgimento recente da epidemia. Para isso, nós temos que nos concentrar mais nas causas ambientais.

Falta de algum tipo de atividade física ou de exercícios regulares

A criança dos dias de hoje gasta menos tempo em atividades físicas que as crianças de 10, 15 e 20 anos atrás. O que mudou? Computadores, televisão em excesso e videogames. Atualmente, a juventude está inundada com todos os tipos de motivações para se manter sentada por horas a fio em vez de se levantar e fazer algum exercício físico no seu tempo livre.

Mais do que isso, tem havido um declínio no número de crianças e adolescentes que praticam esportes após a escola ou que fazem atividades físicas extracurriculares. Mais do que tudo, essa carência de exercícios físicos criou uma geração nova que, pela primeira vez na história, tem uma expectativa de vida menor do que a geração anterior.

Salgadinhos, salgadinhos, salgadinhos

Muitos americanos comem o equivalente a quatro refeições completas por dia, graças aos salgadinhos. Quando lanchamos, não buscamos cenouras e maçãs. Em vez disso, procuramos comida de baixo valor nutritivo, a famosa “junk food”. Em muitos casos, isso não é falha das crianças. As escolas estão abarrotadas de máquinas que vendem salgadinhos com alto valor calórico e bebidas açucaradas. Para piorar a situação, as crianças estão praticamente inundadas com propagandas de alimentos pouco saudáveis na televisão. De acordo com estudo da Kaiser Family Foundation’s “Alimento para pensar: propaganda de alimentos para a televisão”, uma criança comum de 2 a 7 anos irá assistir mais de 4.400 anúncios de alimentos em um ano, 34% desses anúncios serão de doces e petiscos e outros 10% de refeição rápida.

A dieta da refeição rápida

Você quer um modo fácil de perder peso? Pare de comer refeição rápida. Embora muitas cadeias de refeição rápida ofereçam alternativas saudáveis, isso não é o que as pessoas costumam pedir. As crianças e adolescentes dos dias de hoje comem fora com muito mais freqüência que as gerações anteriores. Um estudo da The Kaiser Family Foundation feito em 1992, mostrou que crianças com idade entre 6 e 14 anos comiam refeições rápidas 157 milhões de vezes a cada mês. Esse número só subiu durante os anos. Confira em Como funcionam as refeições instantâneas mais informações sobre a realidade da dieta da refeição rápida.

Hábitos alimentares em casa

Todas essas causas podem ser rastreadas nos seus hábitos alimentares. Desenvolva hábitos alimentares saudáveis e você estará muito mais apto a manter um peso saudável. E onde nós formamos nossos hábitos alimentares? Em casa.

Se seus pais estão com excesso de peso ou obesos, você provavelmente está presenciando e imitando seus hábitos alimentares ao longo da sua vida. Se as crianças vêem seus pais pegarem bolinhos ou biscoitos em vez de frutas, comer suas refeições na frente da TV, comer rápido demais ou ter outros hábitos ruins para a saúde, eles provavelmente irão imitar o seu comportamento. Isso aumenta as chances de se tornarem crianças, adolescentes e mesmo adultos com excesso de peso.

Saiba mais sobre obesidade infantil.

Fonte:http://saude.hsw.uol.com.br/obesidade-infantil2.htm
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.