Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Saiba como prevenir e tratar esta doença que afeta 38% da população brasileira

meia elastica

Sensação de pernas pesadas, dores, queimação, cansaço e edemas ao redor do tornozelo. Esses são alguns sintomas das varizes, problema que afeta 38% da população brasileira, sendo que a incidência em mulheres é maior do que no homem, ou seja, para cada 2 homens com varizes teremos 5 mulheres. A explicação pode estar nas alterações hormonais pertinentes às mulheres, e, principalmente, nas gestações, quando o aumento do útero dificulta o retorno do sangue venoso.

As varizes aparaecem quando as válvulas venosas – por onde o sangue retorna das extremidades do corpo para o coração – perdem a elasticidade e dilatam de modo a não conseguir cumprir mais sua função. O sangue passa, então, a refluir, o que provoca mais dilatação e refluxo, levando à formação de varizes. “Uma vez dilatadas, sua função fica comprometida e pode levar a sintomas como dor, cansaço, inchaço, peso nas pernas e cãibras, devido à retenção do sangue nestas veias com dilatação.

“Além deste sintomas, o paciente tem também um desconforto estético”, explica o cirurgião vascular do HCor, Gilberto Narchi Rabahie. Além da tendência genética, os motivos principais para a ocorrência de varizes são excesso de peso, gestações e o uso de anticoncepcionais, bem como terapias de reposição hormonal e agumas atividades de trabalho que demandam longos períodos em pé ou sentado. A hereditariedade é apontada como fator preponderante para o aparecimento do problema, pois a pessoa já nasce com maior propensão de dilatação das veias.

O tratamento das varizes é fundamental, não somente para a melhoria estética e dos sintomas, mas principalmente para evitar complicações. “Hoje, existem as mais modernas tecnologias como o Laser Vascular, que torna a cirurgia de correção de varizes menos invasiva. Na cirurgia com Laser, as veias não são removidas, mas cauterizadas, trazendo benefícios como redução do trauma cirúrgico, proporcionando excelente recuperação pós-operatória e o retorno às atividade habituais é mais precoce do que a técnica convencional”, afirma o Dr. Rabahie.

O procedimento correto para quem tem varizes é procurar um cirurgião vascular, para diagnosticar qual é o melhor tratamento indicado. Caso haja alguma contra-indicação ao procedimento cirúrgico, medidas paliativas podem ser aplicadas como uso de meias elásticas compressivas e medicações que melhorem o retorno venoso. As meias elásticas são uma ótima iniciativa, pois servem para diminuir os sintomas e o inchaço.

Alívio para as pernas

  • Evite o excesso de peso, adotando uma alimentação equilibrada;
  • Antes de começar um tratamento com pílula anticoncepcional, consulte um médico e peça mais explicações;
  • Não fique o dia inteiro na mesma posição. Se for inevitável, levante e ande, isso irá ajudar a liberar e estimular a circulação sanguínea;
  • Tenha cuidado com exercícios como a musculação ou a aeróbica de alto impacto, porque provocam uma maior tensão nos vasos e, por consequência, a sua dilatação;
  • Sempre que possível, deite-se com as pernas elevadas, para favorecer o retorno venoso, já que os pés ficarão mais altos que o coração;
  • Use meias elásticas;
  • Jamais trate as varizes sem o acompanhamento de um cirurgião vascular.
  • Um grande aliado que pode complementar o seu tratamento é o Gel Relaxante Pernas e Pés, pois tem como função a melhoria na circulação sanguínea. Mas não se esqueça de levar em conta todas as dicas acima.

fonte: Revista do Coração – HCor

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.