Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Diabetes e os cuidados com a pele

A diabetes atinge milhares de pessoas que precisam adaptar a rotina para controlar a doença e amenizar os sintomas.
Existem dois tipos de diabete: a do tipo 1 que é autoimune e se manifesta principalmente em crianças e adolescentes e a do tipo 2 que é caracterizada como uma doença crônica em que o corpo apresenta resistência à insulina e diminui sua produção. O segundo tipo é mais comum e alguns fatores influenciam em seu surgimento tais como a genética, a obesidade, triglicérides e colesterol alto, hipertensão, tabagismo e ovário policístico.
Em ambos os casos, a doença faz com que haja ausência ou uma quantidade mínima de insulina no organismo e a principal consequência disso é que a glicose ingerida ou produzida pelo corpo não penetra as células e permanece no sangue.
Essa deficiência gera problemas de crescimento dos queracinócitos, que são as células que formam a epiderme, causando diversos sintomas que afetam a saúde da pele, tais como cicatrização lenta, perda de sensibilidade, dermatites, infecções, vitiligo, Acantose Nigricans, falta de elasticidade e afinamento da epiderme.
Dessa forma, todo diabético precisa tomar muito cuidado com a pele, principalmente dos pés. Com a epiderme ressecada, fina, sem elasticidade e sensibilidade, qualquer machucado, se não percebido e cuidado a tempo, pode virar uma infecção.

Muitas vezes a infecção pode se agravar, atingindo músculos e os ossos e resultando na necessidade de amputação. Para cuidar dos pés diabéticos e prevenir ressecamento, rachaduras, machucados e complicação, confira as dicas a seguir:

  • Mantenha os pés sempre limpos
  • Use apenas calçados confortáveis que não aperte os pés
  • Hidrate diariamente a região com creme
  • Não ande descalço
  • Não use meias com costuras

Produto indicado: Creme Alta Hidratação

CAH

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.